top of page
  • lacosescolatf

Tempo para cuidar do bebê

Pesquisa recente apresenta as visões sobre cuidados parentais com filhos recém-nascidos


Segundo a Datafolha, os seguintes temas foram pesquisados:


. Licença-paternidade deveria se maior: 76% concordam.

A licença, que também é valida em caso de adoção, atualmente dá direito à cinco dias de descanso remunerado. O aumento da licença-paternidade é apoiado por 77% dos homens e 75% das mulheres

Empresários, são os que menos concordam com a ampliação da licença-paternidade, com 67% apoiando.


. Aumento da licença-maternidade de 120 para 180 dias: 88% das mulheres e 83% dos homens apoiam.

Empresários, são os que menos concordam com a ampliação da licença-maternidade, com 65% apoiando.


. Mulheres devem ser as principais cuidadoras de filhos recém-nascidos: 69% concordam.

Enquanto 86% dos entrevistados que têm até o ensino fundamental concordam a que a mulher deve cuidar dos filhos recém-nascidos, apenas 52% daqueles que têm curso superior concordam com o apontamento.


Perfil dos entrevistados:

Os mais jovens tendem a concordar com a ampliação das licenças, e conforme a renda familiar aumenta, mais pessoas apoiam a extensão da licença-paternidade.


A maioria dos que possuem ensino superior concorda com a ampliação da licença-paternidade, enquanto na licença-maternidade, o apoio é maior entre aqueles com ensino médio.


Quanto ao posicionamento político, direita e esquerda apresentam visões relativamente semelhantes sobre a licença-paternidade, mas há uma divisão mais marcada quanto à licença-maternidade, com mais apoio entre a esquerda.


Período e abrangência da pesquisa:

O levantamento foi realizado, com brasileiros, nos dias 19 e 20 de março, com 2.002 pessoas de 147 municípios de todas as regiões do país. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.


Fonte: Datafolha



0 visualização0 comentário

댓글


bottom of page