• lacosescolatf

Terapia Familiar Sistêmica - uma volta ao passado para lidar com o presente e o futuro.

Em interessante livro, sobre psicoterapia familiar, Olga Garcia Falceto contextualiza o processo de terapia familiar e a importância da retomada desse tipo de abordagem sistêmica.


“Estamos vivenciando uma volta à sabedoria do passado. Em tempos antigos, o médico, o sacerdote ou o feiticeiro recebiam a incumbência de tratar a doença mental e os problemas existenciais das pessoas, e o faziam dentro do contexto em que elas viviam: a família e o grupo social.

À medida que a ciência ocidental foi evoluindo, cada vez estudamos mais profundamente processos isolados artificialmente, com o objetivo de conhecê-los melhor. Sabemos cada vez mais sobre áreas cada vez mais restritas. Com a especialização, corremos o risco de saber cada vez mais sobre cada vez menos. Mas agora o pêndulo está de volta, levando-nos novamente a considerar o ambiente em que ocorrem os problemas. Isto está evidente no desenvolvimento da medicina de família (ou medicina geral comunitária, como é chamada em nosso meio). Com isso, estamos agora na posição privilegiada de integrar o muito que sabemos sobre o indivíduo com o que já se sabe sobre família e sociedade, podendo fazer o que chamamos de psicoterapia familiar de orientação sistêmica.


Por que tratar a família?

A resposta é simples: o que acontece com um membro da família afeta a todos os demais. Reciprocamente, o que ocorre à família influencia necessariamente a todos os seus membros.”


🖋 Olga Garcia Falceto - @olgagarciafalceto

🖊 . Professora convidada de nosso curso: Terapia Sistêmica de Família e Casal

🖊 . Doutora em medicina (UFRGS). Psiquiatra da infância e adolescência. Co-fundadora do Instituto da Família (INFAPA), Serviço de Psiquiatria da Infância e Adolescência do Hospital de Clínicas de Porto Alegre.


📖 Fonte: Psicoterapia familiar (pág 146/47) - Psicoterapias - Abordagens Atuais

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo